Mulher de 61 anos morre por gripe H1N1 em Três Lagoas



Informação divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, no município de Três Lagoas nesta terça-feira (7) é de que foi confirmada a quarta morte, em decorrência do vírus influenza A H1N1.

A vítima é uma idosa de 61 anos que tinha problemas cardíacos e estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Auxiliadora.

A primeira morte foi registrada no dia 24 de abril, informou em nota oficial, a Prefeitura de Três Lagoas. Depois de quatro dias foi confirmado segunda morte e no dia 6 de maio, a terceira vítima fatal.

Conforme informado pela secretaria de saúde, até o momento 12 pessoas foram diagnosticadas com a doença no município, sendo sete homens, duas mulheres e duas crianças (um menino de 4 anos e uma menina de 12 anos).

A imunização mais segura e insubstituível contra a Gripe Influenza A é a vacina, que neste ano possui propriedades de “Vacina Trivalente”. A coordenadora do setor de imunicação da secretaria municipal de saúde, enfermeira Humberta Azambuja, explica: “a vacina imuniza as pessoas contra os dois tipos da Influenza A (H1N1 e H3N2) e contra o vírus da Influenza B”, esclarece.

Em Três Lagoas, a Campanha de Vacinação Contra a Gripe continua até dia 31 de maio em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF), Unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS) e na sala de vacinas do Centro de Especialidades Médicas (CEM), de segunda-feira a sexta-feira.

#H1N1 #TrêsLagoas

4 visualizações

© 2016 desenvolvido por Indoorbrasil.

Avenida Getúlio Vargas, 757 - Centro,São Gabriel do Oeste / MS