Agesul reabre licitação do Aquário do Pantanal após empresas descumprirem exigências


As duas empresas que concorreram em outubro à licitação para conclusão do revestimento de alumínio composto, forro e monocapa do Aquário do Pantanal, localizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, foram inabilitadas e a Agesul (Agência de Gestão de Empreendimentos) reabriu a concorrência para 20 de janeiro.


Segundo a Agência, as empresas de São Paulo e Mato Grosso do Sul disputaram a licitação de R$ 4.434.413,03. Mas, elas foram inabilitadas pela Comissão de Licitação por ausência de cumprimento de exigências previstas no edital.


Conforme a Agesul, foi aberto prazo para que ambas se readequassem, mas, no dia 2 deste mês, as duas empresas não cumpriram com a forma estabelecida quanto à entrega da documentação. Sendo assim, em razão do processo de licitação ter sido declarado fracassado, foi aberta nova licitação.


A licitação será aberta em 20 de janeiro, às 9h, na avenida Desembargador José Nunes da Cunha, Parque dos Poderes. O edital estará disponível na sede da Agesul.


No dia 20 de outubro, três empresas tinham se interessado na concorrência, contudo, uma não entregou a documentação, portanto foi desclassificada. As duas concorrentes foram Aluminiun, de Campo Grande, e Alubonde, de São Paulo.


Depois de verificar as informações trazidas pelas concorrentes, a Comissão de Licitação fechou a concorrência e anunciou uma reunião reservada, para análise da capacidade técnica.

9 visualizações

© 2016 desenvolvido por Indoorbrasil.

Avenida Getúlio Vargas, 757 - Centro,São Gabriel do Oeste / MS