Após 49 dias, chove em MS nesta sexta e ameniza calor no fim do inverno


Após 49 dias, a tão esperada chuva se aproxima e pode atingir áreas isoladas de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (18). Neste período, as áreas de instabilidade também aumentam, podendo chover em Campo Grande no domingo (20), dois dias antes da chegada da primavera, na terça-feira (22).

A chuva pode amenizar o calor intenso e

tempo seco vivido pelo sul-mato-grossense nos últimos dias. No entanto, como ela ainda chegando aos poucos, a previsão para esta sexta ainda é de temperaturas elevadas, com grande amplitude térmica.

A mínima será de 16°C e a máxima prevista é de 40°C. Para a Capital essa variação está estimada em 21°C a 35°C. Em São Gabriel o dia segue nublado com temperaturas entre 21°C a mínima e 35°C a máxima, o fim de semana também deve ser de céu nublado com variação entre 21°C e 35°C a chuva deve chegar na cidade a partir da segunda feira (21).

A umidade relativa do ar segue em estado de alerta, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), com o índice podendo variar entre 75% a 15%. Noroeste, norte, central e bolsão são as regiões mais afetadas pela secura.

Análise do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) indica o retorno gradativo da chuva no período de 16 a 24 de setembro. “Um cavado na média troposfera reforçará a instabilidade no sábado (19) que poderá atingir o sul e sudoeste de MS com chance para pancadas de chuvas”, relata o Cemtec.

No domingo (20), com o avanço deste cavado de onda curta e o alinhamento dos ventos em baixos níveis, a instabilidade também deve se alinhar entre MS e centro-sul de MT, trazendo pouca chuva, mas já provocando uma mudança significativa do clima dessas áreas que vêm sofrendo com os efeitos do tempo mais seco.

Na segunda-feira (21) haverá aumento de nebulosidade, e pancadas de chuva podem ocorrer de forma isolada, e na terça-feira (22) as chuvas se espalham para todas as áreas de Mato Grosso do Sul. A chuva esperada para o período é ilustrada no mapa pela coloração azul, que representa pancadas de chuva de fraca intensidade com acumulados de até 10 milímetros para o período.

O período de 24 de setembro a 02 de outubro deve ter volumes mais significativos. O período de 28 de setembro a 01 de outubro terá aumento das áreas de instabilidades e chuva em maior intensidade no Estado. As regiões pantaneira, central e leste poderão ter os maiores acumulados que podem chegar até 50 milímetros, com chuva de fraca a moderada intensidade.

2 visualizações

© 2016 desenvolvido por Indoorbrasil.

Avenida Getúlio Vargas, 757 - Centro,São Gabriel do Oeste / MS