Detido, líder do PCC reforça que integrantes ‘mais ricos’ fugiram pela porta da frente de presídio


A Polícia Civil tem fortes indícios de que Edson Barbosa Salinas, de 32 anos, o ‘Salinas Riguaçu’, líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) atuante na região de fronteira com o Paraguai, teria auxiliado no resgate dos fugitivos do presídio. Ainda foi apontado que os detentos com maior poder aquisitivo teriam saído pela porta da frente daquela unidade.


Preso durante uma briga de trânsito, Edson foi detido com o cunhado Rodrigo Antunes Flores, de 28 anos. Após a prisão, Salinas foi identificado como o atual líder do PCC na região de fronteira, sucessor do narcotraficante Minotauro, Sérgio de Arruda Quintiliano, que atualmente está detido no Presídio Federal de Brasília, onde também se encontra Marcos Camacho, o Marcola, liderança maior da facção.


Presos no domingo, Edson e Rodrigo foram levados de Ponta Porã para Dourados na manhã de terça-feira (21), no helicóptero da polícia pelo GPA (Grupo de Policiamento Aéreo). Eles se encontram detidos no PED (Presídio Estadual de Dourados) e devem passar por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (22).

5 visualizações

© 2016 desenvolvido por Indoorbrasil.

Avenida Getúlio Vargas, 757 - Centro,São Gabriel do Oeste / MS