• Nativa FM

Fundersul tem recorde de arrecadação em 2021: R$ 1,57 bilhão em contribuições


O Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul) arrecadou 35% mais em 2021 que no ano anterior.

O fundo, criado para conservar as estradas na zona rural, e depois para prover de recursos obras viárias nos municípios, recolheu R$ 1,57 bilhão (R$ 1.576.339.701,11) nos 12 meses do ano passado.


A arrecadação do Fundersul em 2021 é recorde, e supera o recorde anterior, que eram os R$ 1,15 bilhão (R$ 1.159.242.267,70) de 2020.

No comparativo de um ano para o outro, são R$ 417 milhões a mais de receita para o governo de Mato Grosso do Sul aplicar em infraestrutura.

A tributação do Fundersul, contribuição compulsória criada há 20 anos na gestão de Zeca do PT, e mantida (e incrementada) por seus sucessores André Puccinelli (MDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB) se dá por duas vertentes: a taxação dos combustíveis para o transporte, e também da produção agropecuária.


Dos R$ 1,57 bilhão arrecadados em 2021, R$ 1,22 bilhão vieram da arrecadação por meio da contribuição dos proprietários de caminhões e automóveis e também dos produtores rurais.

Outros R$ 15,1 milhão são provenientes de rendimentos financeiros, R$ 5,9 milhões foram devolvidos pela Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), e mais R$ 15,8 milhões foram devolvidos pelo tesouro estadual.


No ano de 2020, quando fechou o exercício com receita de R$ 1,15 bilhão, o Fundersul foi turbinado pelo pagamento da outorga da MS-306: R$ 115 milhões pagos pela concessionária Way 306.


No que diz respeito às despesas, R$ 325,2 milhões foram repassados aos municípios, R$ 433 mil foram repassados ao Conisul (Consórcio dos Municípios do Extremo Sul de MS), R$ 8,4 milhões transferidos para convênios com a Agehab, e R$ 827,7 milhões aplicados em obras executadas pelo governo de Mato Grosso do Sul.


Dos valores aplicados pelo governo, a maioria está na pavimentação de rodovias, e na construção de pontes.


Em dezembro do ano passado, depois das receitas e despesas, restaram R$ 361,2 milhões depositados na conta do Fundersul.


Com informações do Correio do Estado.

2 visualizações0 comentário