• Nativa FM

Novo modelo nacional de CNH será lançado na Capital no dia 1º de Junho


Um novo modelo de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será lançado no País com evento marcado para o dia 1º de Junho em Campo Grande (MS), com a presença do secretário Nacional de Trânsito, Frederico Moura Carneiro, que retorna à Capital pela segunda vez em menos de um mês. Na companhia do


diretor-presidente do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Rudel Espíndola Trindade Junior, o secretário apresenta as mudanças e entrega alguns novos documentos para cidadãos sul-mato-grossenses.


O evento que vai lançar o novo modelo está marcado para ocorrer a partir das 9h no auditório do Bioparque Pantanal e vai contar também com a presença do secretário executivo do Ministério da Infraestrutura, Bruno Eustáquio, do diretor-presidente do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), Gileno Barreto e demais membros da equipe.


Segundo o secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, o novo documento incorpora elementos gráficos que vão dificultar falsificações e fraudes, o que o torna ainda mais seguro.


Com relação aos requisitos internacionais, a nova CNH vai trazer um código MRZ, aquele utilizado em passaportes, permitindo o embarque em terminais de autoatendimento. Além disso, o novo documento também terá uma tabela com as categorias e subcategorias de habilitação, permitindo que aquele condutor seja facilmente identificado fora do Brasil, além de traduções em outros dois idiomas, inglês e espanhol”, explicou.


Frederico destaca ainda que a nova habilitação está mais moderna, trazendo nome social e a filiação afetiva do condutor se ele assim desejar. “Nosso objetivo é trazer mais facilidade para a vida do cidadão brasileiro”, finalizou.


Para o diretor-presidente do Detran-MS, a escolha do Estado para o lançamento deste novo modelo reafirma o importante papel que Mato Grosso do Sul tem desempenhado na evolução do trânsito digital.


Nosso objetivo sempre foi garantirmos um excelente serviço aos cidadãos de forma a construir uma relação segura e confortável com os nossos clientes. Agora vamos sediar o lançamento do novo modelo de CNH, o que nos deixa muito felizes por fazermos parte desse momento de modernização na área de políticas voltadas para o trânsito em nosso País”, ressaltou.


De acordo com a diretora de Habilitação do Detran-MS, Lina Issa Zeinab, a mudança segue a Resolução n. 886/2021 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). As cores aplicadas no documento serão predominantemente verde e amarelo e a assinatura do motorista fica logo abaixo da foto.


O formato das categorias segue o padrão internacional, o que facilita a identificação por países signatários da Convenção de Viena. Na tabela deverão constar as categorias para as quais o motorista está habilitado. Apesar da tabela apresentar subcategorias (A1, B1, C1, D1, C1E, D1E) , vale ressaltar que as categorias de CNHs nacionais não serão alteradas.


A indicação de CNH temporária ou definitiva será indicada no canto superior direito pela letra P ou D, respectivamente. O quadro de observações, que indica eventuais restrições médicas e se o condutor exerce atividade remunerada, ficará logo abaixo da tabela de categorias.


O novo modelo da CNH começará a ser emitido no início do mês, mas quem já possui a CNH emitida e válida, não precisa se preocupar. “O documento na versão atual continuará válido, mas caso o condutor queira ter o documento no novo modelo, poderá solicitar a segunda via, mediante recolhimento das taxas de serviço”, informa a diretora de Habilitação. Em virtude dessa mudança as emissões de CNHs no MS serão realizadas até as 18h do dia 27, sexta-feira. Essa medida é necessária em virtude dos ajustes sistêmicos para adequar a emissão do novo modelo de documento, que será emitido a partir do dia 1º de junho. Assim, nos dias 30 e 31 de maio não haverá emissão de CNH.


A abertura de processos de habilitação/renovação, captura de imagem, agendamento e realização de exames psicológico, médico, teórico e práticos, não serão impactados e continuarão sendo realizados normalmente.


Assessoria de comunicação

3 visualizações0 comentário