• Nativa FM

Passagem por fazenda é cadeada no Pantanal após gravações de novela e revolta moradores


Morador de Campo Grande, que não quis ser identificado por visitar a região com frequência, denunciou ao Jornal Midiamax uma situação desagradável que vivenciou nas últimas semanas com a produção da novela "Pantanal", da TV Globo, na região do bioma, em Mato Grosso do Sul.


Ele conta que faz passeios e visita o local há anos. Desta vez, estava indo com amigos e o destino do grupo era a região da Baía Negra. Mas, no meio do caminho, eles se depararam com uma porteira trancada a cadeados. "Não é uma BR, uma rodovia. Você passa dentro da propriedade da pessoa para ter acesso à propriedade seguinte. Ela não pode fechar, senão você perde o direito de ir e vir", disse o homem.


"As porteiras lá estão fechadas com cadeado de uma altura em diante, passando a região da Barra Mansa. É uma servidão, é uma estrada que corta fazendas, ela é pública. E eles fecharam lá, segundo a informação, 'para preservar a segurança dos atores envolvidos nas gravações da novela'", reclamou.


"É uma cerca que toda vida esteve aberta. Queríamos ir por ali, que é o mesmo rio, em outro ponto. Então a gente passa naquele lugar, anda, e com umas quatro horas chegamos lá. E tava fechado. Passa pela parte das fazendas onde eles estão gravando a novela, entendeu? Uma das fazendas do Almir Sater, uma outra fazenda lá... tem motorista de caminhão puxando o povo da Globo lá pra cima e pra baixo todo dia", revelou.


É comum na zona rural discussões relacionadas ao direito de passagem e à servidão de passagem rural para o acesso a propriedades que estejam "encravadas".


Conforme o direito civil, servidão de passagem ou de trânsito é um direito, decorrente de um ato voluntário, concedido pelo proprietário de um terreno ao(s) seu(s) vizinho(s) de transitar(em) em local estabelecido em sua propriedade, por conveniência de acesso. Uma observação importante sobre a servidão é que o proprietário não é obrigado a dar passagem. Como a servidão pode ser usucapida, é importante haver registro do acordo no Cartório de Registro de Imóveis.


Sem aviso prévio, os viajantes de MS só encontraram um cadeado novinho na porteira como indicativo da proibição da passagem quando chegaram lá. "Daí a gente conseguiu falar com uma pessoa e ele falou: 'isso aqui tá cadeado, só os motoristas que estão trabalhando com o pessoal da novela têm a chave, porque eles alugaram ali pra poder fazer as gravações'", ouviu de um capataz da região.


"Qualquer um que for lá vai achar a porteira no cadeado, coisa que nunca aconteceu. Eu vou na região há anos, é minha diversão, vou de jipe, ando por tudo, tiro fotos", explicou. A informação foi confirmada por mais moradores que tentaram chegar ao local e tiveram acesso impedido. No caso do leitor denunciante, foram quase 400 quilômetros somando a ida e a volta para casa. Além do gasto com gasolina desperdiçado, o grupo de amigos teve que desistir do passeio e lidar com a frustração de não conseguir realizar a viagem.


O grupo ainda tentou pedir para que alguém abrisse a porteira para que eles passassem, mas não obteve sucesso. Segundo ele, a data informada para a retirada dos cadeados e liberação ao público é em dezembro. A informação bate com comunicado da Globo que diz que as gravações da novela "Pantanal" em Mato Grosso do Sul ocorrerão até esse mês.


"Ali tá tudo com cadeado porque eles estão recebendo pra isso. Só não acredito que teria a necessidade de fechar aquilo ali para a segurança dos atores da Globo, até porque a região não é de fácil acesso. Palhaçada, agora temos que parar as nossas coisas por conta de gravação de novela, aquelas estradas são servidão pública. E o direito de ir e vir???", questionou o leitor. "Pois é, parte da equipe está na Barra Mansa, mas não podem trancar", concordou outro.

4 visualizações0 comentário