• Nativa FM

São Gabriel do Oeste é o primeiro no Estado em notificações de casos de dengue


São Gabriel do Oeste assumiu a primeira posição no ranking de incidência de casos notificados da dengue em Mato Grosso do Sul, segundo boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (01), pela Secretaria de Estado de Saúde.


Segundo os dados divulgados, somente na última semana o município teve 114 notificações de dengue, chegando a 1.356 casos notificados em 2020. Dessas notificações, São Gabriel do Oeste já teve a confirmação de 202 casos da doença.


De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde, Ilaine Marocco, a Prefeitura Municipal mantém a realização de ações cotidianas, como orientações e visitas dos agentes comunitários de saúde e mídia em meios de comunicação. “Devido a pandemia do novo coronavírus fica difícil fazermos outras ações que aglomeram pessoas”, destaca Ilaine, que aproveita para orientar a população, já que está em casa, aproveitar para limpar o quintal, verificando todos os locais onde possa acumular água e servir de criadouros do mosquito Aedes aegypti. "Receber a visita dos agentes de saúde e seguir suas orientações. Somente com a colaboração de toda população conseguiremos diminuir os casos de dengue em nosso município", reforçou a coordenadora.


Ilaine lembra também que a Prefeitura criou um canal no Whatsapp para registro das denúncias de criadouros do mosquito Aedes aegypti. A medida visa intensificar a fiscalização de imóveis, diante do crescente aumento de casos de dengue no município.


Pelo número 67.99815.3264, qualquer cidadão pode contar para a Administração Pública, com total sigilo, quando o vizinho não limpar o quintal de casa ou deixar o terreno baldio cheio de mato e lixo. Após uma apuração, o infrator pode ser multado, conforme legislação vigente.


O canal visa reforçar as ações contínuas de conscientização realizadas e auxiliar os agentes de saúde e de controle de endemias na identificação dos criadouros do mosquito, também responsável pela transmissão de doenças como chikungunya e Zika vírus”, explica.


Conforme o boletim epidemiológico divulgado pela SES nesta quarta-feira (01), foram confirmadas mais duas mortes causadas pela dengue no Estado, aumentando o total para 21 em 2020.


Segundo divulgação da SES, uma das mortes é de um homem de 67 anos, morador em Sidrolândia, com histórico de hipertensão. O início dos sintomas na vítima começou no dia 03 deste mês, e a morte aconteceu no dia 19. Já a segunda morte é de uma mulher de 75 anos, moradora em Paranaíba, com histórico de diabetes, hipertensão, e insuficiência renal. O início dos sintomas na vítima começou no dia 15 deste mês, e a morte aconteceu no dia 23.


O Estado já registra 15.084 casos confirmados da doença, Campo Grande lidera o ranking de municípios com mais casos confirmados, com 5.333 mil, contabilizando quatro mortes, Corumbá (3), Sete Quedas (1), Cassilândia (1), Pedro Gomes (1), Nova Andradina (1), São Gabriel do Oeste (1), Caarapó (1), Bodoquena (1), Chapadão do Sul (2), Mundo Novo (1), Dourados (1), Aquidauana (1), Sidrolândia (1) e Paranaíba (1).

18 visualizações0 comentário