Saque imediato do FGTS para nascidos em junho e julho começa hoje


O pagamento dos saques imediatos de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), para os nascidos em junho e julho, será liberado hoje. Somando todas as etapas, incluindo a que foi disponibilizada nesta sexta-feira, foram R$ 384,615 milhões injetados na economia estadual, de acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF).


De acordo com a superintendência regional da Caixa serão injetados aproximadamente R$ 50 milhões na economia estadual  a partir de hoje. São 125 mil trabalhadores nascidos entre junho e julho que recebem o crédito de R$ 500 por conta (ativa ou inativa). Os saques imediatos tiveram início no dia 13 de setembro e vão até 18 de dezembro.


A Caixa informou em outubro que antecipou para 2019 os pagamentos a todos os trabalhadores do saque imediato do FGTS. Os saques dizem respeito a contas ativas e inativas do fundo, limitados a R$ 500 por conta.


Com o novo cronograma, aqueles que fazem aniversário em agosto terão os valores disponibilizados dia 29 de novembro. Os nascidos em setembro e outubro terão os valores disponíveis em 6 de dezembro. E por fim, para quem faz aniversário em novembro e dezembro, a data é 18 de dezembro.


Com os valores já pagos e os que ainda serão liberados, os saques vão injetar R$ 537,2 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, entre o dia 13 de setembro e o dia 18 de dezembro. Serão 1.409.860 beneficiados no Estado até o fim do período.  


No País, a projeção do governo é de que os saques do FGTS injetem R$ 40 bilhões na economia nacional até o fim deste ano. A data-limite para recebimento dos valores continua sendo 31 de março de 2020.


Anteriormente, a previsão da Caixa era de que os saques imediatos somente seriam finalizados em 6 de março de 2020, quando seriam pagos os valores para quem faz aniversário em dezembro.


Em todo o território nacional, 8,7 milhões de pessoas poderão sacar os recursos nesta sexta-feira, com a liberação de aproximadamente R$ 3,3 bilhões. Entre 13 de setembro e 19 de novembro, foram atendidos cerca de 44 milhões de trabalhadores, que receberam R$ 18,9 bilhões do saque imediato do FGTS. Cerca de 46% dos 96 milhões de contemplados já sacaram aproximadamente 47% dos R$ 40 bilhões previstos para a ação.


Para saber os valores disponíveis para saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), o Número de Identificação Social (NIS), do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e a data de aniversário.


Os pagamentos obedecem ao calendário de nascimento do trabalhador. Para sacar até R$ 100, o trabalhador poderá ir às casas lotéricas, apresentar um documento com foto e o número do CPF. Para aqueles que têm Cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o Cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa e falar com um atendente.


O que fazer quando o dinheiro do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não caiu na conta?

A Caixa Econômica Federal (CEF) informa que será preciso comparecer a uma de suas agências, ou procurar os canais específicos de atendimento, porque provavelmente há algum problema com seu cadastro.

– Tentar consultar o valor em sua conta, por meio de aplicativo do FGTS, ou do site da Caixa; – Checar se seus dados cadastrais (PIS e NIS) estão integrados com o cadastro de Pessoas Físicas (CPF); – Se ainda assim o saque de R$ 500 não foi disponibilizado ou creditado em conta, o trabalhador deve procurar atendimento em uma agência da Caixa, ou telefonar para 0800 724 2019.

2 visualizações

© 2016 desenvolvido por Indoorbrasil.

Avenida Getúlio Vargas, 757 - Centro,São Gabriel do Oeste / MS