• Nativa FM

Vilson Brusamarello faz balanços dos três anos a frente do Sindicato Rural


Enfrentando as restrições da pandemia do coronavírus e as dificuldades com a desobrigação da contribuição sindical que reduziu drasticamente a arrecadação, o presidente do Sindicato Rural de São Gabriel do Oeste, Vilson Brusamarello, entrega o cargo no próximo mês com o sentimento de dever cumprido, conforme avaliação relatada em entrevista ao Idest nesta sexta-feira (29).


A nova diretoria, eleita no último dia 15 de outubro, tomará posse no dia 17 de novembro. José Rohr foi eleito presidente, tendo como vice Rene Miranda, Claudir José Balzan (secretário) e Alcir Eibel (tesoureiro).


Vilson destacou que em 2018, com a lei de desobrigação de recolhimento sindical em vigor, a renda do Sindicato Rural reduziu cerca de 62%. “Para nós foi um grande desafio ter que manter a qualidade dos serviços prestados e praticamente sem receita. Nos reinventamos cortando gastos para ajustar a atividade financeira do Sindicato a nova realidade”, avaliou.


O presidente afirma que os cursos realizados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), locações de espaços e leilões foram as fontes de recurso que mantiveram o Sindicato em atividade no ano de 2019, porém, em 2020 veio a pandemia.


“Chegou ao ponto de não poder mais ter cursos, não poder ter reuniões, travou tudo, aí a nossa fonte de recurso que eram os cursos, ficamos sem. Conseguimos em 2020 ainda fazer cinco leilões, que nos ajudaram muito para poder compensar essa falta de entrada de recursos vindos dos cursos do Senar”, contou Vilson.


Já em 2021 com a retomada dos cursos a abertura para leilões, o presidente afirma que as finanças já estão “equilibradas”. “Nesse período nós trabalhamos um projeto visando como que tocaremos o Sindicato nos próximos dez anos. Agora ele deverá ser colocado em prática”, explicou Vilson.


Dentre as ações de sua diretoria, Vilson destaca a regularização da inscrição estadual do Parque de Exposições, o que possibilita o recebimento de doações, marca registrada do Sindicato Rural para o gado recebido em doações. Também foi realizada a regularização do Posto de Ervas Medicinais (PEM), além da demarcação dos espaços do Sindicato, que foram divididos em onze setores.


O trabalho foi feito em conjunto e tivemos a participação muito importante do Prefeito, que em novembro de 2018 disse que assumiria o andamento dos pavilhões e de fato as coisas andaram, tanto que tem um pavilhão que já está praticamente disponível, faltando alguns ajustes apenas”, avaliou Vilson.


Um evento de destaque realizado no Parque de Exposições no ano de 2019 foi a Feira da Região Norte do Estado de Mato Grosso do Sul (Agripesi). “Foi um espetáculo, impressionante, não só para o município, mas para toda a região norte, porém, em 2020 por conta da pandemia teve que ser cancelado, mais prejuízo não só para o Sindicato, mas também para o articulador do evento, que é o Rene. Se Deus quiser em 2022 aí sim, vai ser um evento bombástico, estão todos na expectativa para ver as coisas andarem”, disse Vilson.


Vilson destacou alguns objetivos que não foi possível realizar durante seu mandato, mas que estão no planejamento, como a revisão do quadro de associados para atualização, revisão do estatuto e a mudança da sede para a área onde hoje é o Centro de Treinamento.


Entrego o cargo com o sentimento de dever cumprido. O que projetamos fizemos, esse sentimento de ter colaborado e contribuído estamos tranquilos. A partir de agora assumimos uma cadeira na Federação, então de alguma forma trabalharemos para dar andamento aos planejamentos do Sindicato Rural”, encerrou Vilson.


O evento social de posse da nova diretoria será realizado no próximo dia 19 de novembro.

2 visualizações0 comentário